HISTÓRIA

 

 

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Roraima (Sinjoper) foi fundado no dia 13 de setembro de 1991, tendo como sua primeira presidente a jornalista Fátima Oliveira.
Junto com ela, estiveram na criação do sindicato os jornalistas Márcia Seixas, Marcelo Bussachi, Flávio Rabelo, Expedito Perônico, Gustavo Abreu, Suely Ruiz, Kátia Brasil e Sebastião Valentim. Entre os primeiros integrantes das diretorias iniciais do Sinjoper figuram nomes como Plínio Vicente, Rui Figueiredo, Fernando Estrela, Laucides Oliveira, Péricles Perrucci, Humberto Silva, Fernando Heder, Alfredo Maia, José Raimundo Rodrigues(JR), Zuleide Viana, Waldir Waissmann, Adriana Cruz, Taylor Nunes, Galvão Soares, entre outros, muitos ainda labutam na profissão até hoje.


A primeira missão da diretoria foi regularizar a atividade profissional em Roraima, concedendo o Registro Profissional aos jornalistas que já exerciam a profissão até então.
Inicialmente, os registros foram concedidos através da Delegacia Regional do Amazonas, já que em Roraima ainda não havia sido instalada uma DRT.
O sindicato também tem como função, representar perante as autoridades administrativas e jurídicas, os interesses gerais da categoria e os interesses individuais de seus associados; celebrar acordos, contratos e convenções coletivas de trabalho; representar a categoria profissional em congressos, conferências e encontros no âmbito municipal, estadual, nacional e internacional; entre outras.


Ao longo dos mais de 27 anos de história, passaram pela presidência do sindicato nomes conhecidos do cenário jornalístico local como Rui Figueiredo, Márcia Seixas, Ionio Alves, Jessé Souza, Humberto Silva, Aroldo Pinheiro e Gilvan Costa.
Atualmente, o Sinjoper é presidido pela jornalista Adriana Cruz, que está em seu primeiro mandato como presidente, depois de passar pela secretaria geral e vice presidência. Sua atual gestão vai até setembro de 2021.